.

.

TÉCNICAS EM DESTAQUE

Clique no "g +1" vermelho abaixo e indique esse site para o Google, facilitando assim a busca pelo blog através do site www.google.com.br

ORIGEM DA DOENÇA – REENCARNAÇÃO E MULTIVERSOS

     A doença surge em virtude de uma força que ao encontrar o corpo físico composto por átomos da matéria humana, leva as partículas dos multiversos do mesmo átomo a vibrar e com isso destrói o ser humano.
 Sendo assim, podemos afirmar que tudo  (corpo físico ou lugar) que ocupa espaço é parte de um código. Nossos corpos são um conjunto de códigos binários que estão contidos numa “chave biológica” chamado de DNA, assim, em um determinado momento, o multiverso é acionado e as partículas passam a vibrar até acionar a nossa historia ou árvore genealógica, através do filamento virtual e pela “chave biológica”. Assim surge a destruição ou a doença.
Seguindo uma lógica, o que mais se assemelha a uma realidade atual (doença, etc) só pode ser a nossa consciência (partículas no multiverso) que está em constante movimento através da nossa realidade viva (hoje). O tempo não está em movimento, mas nós estamos. Por isso hoje, para nós (vivos) é importante destacar a importância de percebermos a iminente presença no agora, pois toda a percepção do passado está na nossa mente (multiverso). Reencarnação em forma de lembranças e formas de pensamento que criam a estrutura do ego e todo futuro, que existe somente como projeções criadas e baseadas em experiências passadas da imaginação em sí. Com isso, a conexão se liga com sua fonte (corpo físico).
Cada momento é imóvel por natureza, nossa consciência vivencia momento a momento. É por isto que uma doença tem tantas possibilidades vinda do multiverso, tais como, “do nada” ou “por fatos acontecidos”, com isso temos sofrimentos, solidão, vazio, insatisfação, depressão e tantos outros, e por tantas vezes ainda atribuímos isto aos outros.
Toda experiência (vida, reencarnação) é uma possibilidade válida para o universo e multiverso também. As variações geradas pelas nossas escolhas criam infinitas realidades paralelas (universo paralelo), levando em consideração que cada movimento que fazemos é uma escolha, que todo acontecimento é algum tipo de intenção consciente ou não, ficando óbvio então que existem realidades paralelas (universos paralelos e multiversos) que nós trocamos infinitas vezes por dia.
A máquina do corpo humano foi programada para se manter em uma linha de eventos similares, para evitar que o programador dentro do corpo fique louco antes de compreender o que está acontecendo. À ilusão do tempo e espaço, todos os eventos são simultâneos, ou seja, existe no agora, onde esse momento universal é a nossa essência, é como estar observando a si mesmo.
Nós somos os observadores, os programadores dessa matrix, seguindo a ilusão de continuidade por questões de aprendizado, por isso que é importante reprogramar o nosso corpo doente, dando a essa matrix e a esses multiversos/universos paralelos novas informações, para que a ilusão de continuidade seja reprogramada por nova matrix positivas, já que essas matrix em questão são atuantes no átomo negativo de todos e tudo que existe no planeta.
Como o universo segue padrões pré-estabelecidos é natural pensar que todos os momentos já estão de certo modo pré-estabelecidos, onde esse universo que vivemos é baseado na sua existência pelas nossas experiências, existindo infinitas possibilidades de sequencia de eventos dentro dessas estruturas, onde nossas escolhas é que nos direcionam através desse mar de possibilidades, onde toda a experiência que nós humanos temos é necessariamente uma experiência no presente (DNA Presente), onde o resto são projeções na nossa mente (DNA Fantasma).
A doença para nós hoje, em alguns casos, simplesmente cumpre um programa de destruição do nosso ego, onde nós estamos limitados a receber apenas uma pequena porção de informação, onde nosso corpo não conter tanta informação e quando isso acontece pelo nosso dia a dia, essas ligações nos universos paralelos e multiverso, a tendência é a morte.

É importante essa consciência para o dia a dia de cada um, que devemos transformar essas partículas dos multiversos (que recebemos em forma de sintomas) em energias e possibilidades (partículas) positivas para o planeta e para o universo.
 Nós somos os programas e temos a capacidade de sofrer, sentir prazer ou felicidade, onde fomos criados para vivenciar e descobrir o universo, somos como sementes germinando para um dia brotar para fora do tempo e espaço. É por isso que estamos passando por todas essas dificuldades e oportunidades, para aprendermos a sermos luz na escuridão e transformar a sujeira que criamos (indevidamente e coletivamente) em oportunidades de uma vida melhor para nós e os outros (reencarnação e partículas multiuniversais).

  
CONSCIÊNCIA INDIVIDUAL E COLETIVA

Tendo em vista a existência de infinitas possibilidades (reencarnação), isto significa que existe a possibilidade de cada pessoa vivenciar sua própria realidade paralela específica dentro do multiverso (totalidades de universos possíveis), isso significa que cada pessoa está na sua própria simulação de realidade, criado pela sua própria consciência.

O funcionamento desse universo que vivemos de tempo e espaço vai muito além da lógica convencional que estamos acostumados e que podemos ver com os nossos sentimentos, o que foi expresso no texto acima é só uma breve análise e não deve ser interpretada literalmente, apenas como um ponto de vista, é preciso sair da caixa e se abrir para todas as possibilidades, precisamos lembrar do nosso infinito poder de criação e retomar as rédeas da nossa responsabilidade. É importante entender que todos os mundos imagináveis são possíveis, pois o que não existe não pode sequer ser imaginado. 

DIÁLOGO DIRIGIDO COM AS PARTÍCULAS DO MULTIVERSO

Minhas partículas referentes ao(s) meu(s) sintoma(s) e meu(s) multiverso(s), a ciência já tem consciência que você existe e você se chama reencarnação. Eu e meu DNA já temos consciência que você existe, veja como estou hoje e saiba que não é necessário cumprir o programa da destruição do corpo físico.

O Livro do Futuro – Planeta Terra


Publicamos abaixo em 7 capítulos o livro intitulado de "O Livro do Futuro - Planeta Terra".

Este livro foi escrito há alguns anos e descreve o início de tudo, das pesquisas, das reuniões, toda a história e todas as técnicas para o tratamento de doenças descobertas até a criação do blog "DNA POSITIVO", em Agosto de 2011.

É o detalhamento das técnicas desenvolvidas no passado, juntando-se às técnicas do presente. Ao ler, você irá perceber o quanto todas essas técnicas se complementam.

O Livro do Futuro foi publicado em Capítulos, listados abaixo através de links. Basta você clicar no link que o capítulo abrirá. A leitura pode ser feita on-line ou, caso queira, o download pode ser realizado. 

Estude e aplique as técnicas! 

CAPÍTULOS DISPONÍVEIS:

       Data da Publicação: 13/11/2013

       Data da Publicação: 19/11/2013

         Data da Publicação: 26/11/2013

         Data da Publicação: 09/12/2013


         Data da Publicação Capitulo 5: 18/12/2013
         Data da Publicação Capitulos 6 e 7: 27/12/2013


DNA Positivo  


Diálogo com o seu DNA, Cadeia Celular e Sistema Imunológico

Todos nós temos DNA, Cadeia Celular e Sistema Imunológico. Você sabia que podemos, e devemos conversar e ter um diálogo com eles? 

A conversa com esses 3 integrantes do nosso corpo faz com que possamos nos melhorar das nossas doenças, tristezas e mazelas. 

É simples! Basta todos os dias, quantas vezes você quiser, falar com seu DNA, Cadeia Celular e Sistema Imunológico da seguinte forma:

Olá meu DNA! Bom dia! (ou boa tarde, ou boa noite)
Eu e você somos um! Veja como eu estou hoje (nesse momento, converse com seu DNA e conte pra ele todos os seus sintomas e tudo que você gostaria que melhorasse) e dê-me aquilo que preciso para melhorar, alterando o magnetismo das células e utilizando a fórmula multidimensional da água
para fixar o neutrino (que é uma partícula de carga neutra) 
no núcleo das células, potencializado pelo elemento Helio, para neutralizar o negativo da doença e seus sintomas.

Olá minha Cadeia Celular! Bom dia! (ou boa tarde, ou boa noite)
Eu e você somos um! Veja como eu estou hoje (nesse momento, converse com sua cadeia celular e conte pra ele todos os seus sintomas e tudo que você gostaria que melhorasse) e dê-me aquilo que preciso para melhorar, alterando o magnetismo das células e utilizando a cor azul como Analgésico. Lembrando que a cor azul foi um exemplo. Essa cor deve ser utilizada de acordo com a doença e não pode-se esquecer de dizer qual é a função da cor (ver o texto Cromoterapia: Suas cores e funções).

Já para o sistema imunológico é um pouco diferente. O nosso sistema imunológico só funciona com 30% da sua capacidade e cabe a você aumentar essa capacidade com o diálogo franco. Faça assim:

Olá meu sistema imunológico! Bom dia! (ou boa tarde, ou boa noite)
Eu e você somos um! Veja como eu estou hoje (nesse momento, converse com seu sistema imunológico e conte pra ele todos os seus sintomas e tudo que você gostaria que melhorasse) e dê-me aquilo que preciso para melhorar, dobrando sua eficiência e alterando o magnetismo das células.





Orientamos como ajudar no tratamento de sua doença paralelamente ao tratamento médico.

Relate seu problema ou tire suas dúvidas deixando seu comentário (clique no ícone do lápis abaixo) ou envie um e-mail para quintoelementoamor@hotmail.com